Eles estudaram aqui

Em setembro de 2017 a Escola Nacional de Teatro completará 25 anos de existência, nesse tempo contribuímos com a formação de diversos profissionais que hoje estão no mercado como atores, atrizes, diretores, diretoras, dubladores, dubladoras, produtores, etc. Por nossos cursos livres e profissionalizante passaram profissionais que se destacam no mercado e que levam a E.N.T refletida em suas carreiras através das experiências que viveram aqui.

Alef Barros

ALEFBARROS

Está em circulação atualmente com o espetáculo “Flores Amarelas”, que além de ator também assina a composição musical, com direção de Claudia Jordão; o espetáculo circense “Temos Vagas” da Cia Navega Jangada, com direção de Talita Cabral; e prestes a estrear “Noite de Reis” do grupo Pandemônio em Cena, com direção de Rodrigo Veloso. Integrou o elenco de “Mário de Andrade Conta Macunaíma” com Pascoal da Conceição, sob direção de Lucia Gayotto; “Orgia ou de como os corpos podem substituir as ideias” do Teatro Kunyn, com direção de Luis Fernando Marques (Lubi), entre outros trabalhos. É compositor musical dos espetáculos “Violeta, a Menina Leitora” e “A Princesa e a Lagartixa” do Grupo Oba! de Teatro; e do musical “Cantos de Coxia e Ribalta” da Cia Lusco-Fusco. Está se formando em canto pela ETEC de Artes

Dani Calabresa

dani

É atriz, comediante, roteirista e apresentadora. Foi aluna do curso livre da E.N.T em 2002. Estreou como comediante em 2005, ao formar o grupo Comédia Ao Vivo. Em 2007 passou a integrar o programa Pânico na TV, passando para o Sem Controle no SBT no mesmo ano. Em 2008 fez um contrato com a MTV Brasil, na emissora participou de seis programas da casa em quatro anos. Em dezembro de 2012, a humorista assinou com a Rede Bandeirantes para integrar o elenco do programa jornalístico Custe o Que Custar – CQC. Em 2015 assinou contrato com a Rede Globo e passou a integrar o humorístico Zorra, humorístico que consiste em esquetes humoradas, além de fazer parte do remake do programa Escolinha do Professor Raimundo, interpretando Dona Catifunda.

Danilo Monteiro

DANILOMONTEIRO

Após se formar na ENT seguiu atuando no teatro, realizando oficinas de aperfeiçoamento com profissionais da Cia. Núcleo Experimental, Fofos Encenam e Théâtre du Soleil. Trabalhou nos espetáculos: “Os Azeredos mais os Benevides”, de Oduvaldo Vianna Filho com direção de João das Neves e “Branca de Neve, O Conto”, adaptação e direção de Ronaldo Ciambroni. Atualmente faz parte da Trupe Pandemônio em Cena, grupo criado por atores formados na ENT, realizando o espetáculo “Noite de Reis”, projeto contemplado pelo PROAC Primeiras Obras; da Auá Cia de Teatro, no espetáculo “Um Mundo Inacabado”, sob direção de Dagoberto Feliz e também está em processo de montagem da peça Roberto Zucco, com direção de André Castelani.

Sérgio Guizé

sergio-guize

Sérgio iniciou seus estudos no curso livre da Escola Nacional de Teatro, formando-se na sequência pela Escola Livre de Teatro e pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Estreou no teatro em 1998, atuando em O Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues, com o Núcleo de direção da ELT, com coordenação de Antônio Araújo. Depois fez Ópera Punk, Existe Alguém Mais Punk que Eu?, Crime e Castigo e Apocalipse 1,11, em 2004, quando paralelamente estreou na TV participando da novela da Rede Globo Da Cor do Pecado. Na mesma emissora atuou também em Por Toda a Minha Vida no episódio sobre Dolores Duran, Caminho das Índias e Tapas & Beijos, interpretando a travesti Lorraine. De 2013 em diante passou protagonizou 3 novelas na emissora: Saramandaia, Alto Astral e Êta Mundo Bom. Atuou também em seriados da TV fechada: 9mm: São Paulo (Fox), Macbeto (TV Cultura) e Sessão de Terapia (GNT).
No cinema atuou nos filmes: O Abismo Prateado, O Crime do Pato Branco, Quanto Dura o Amor?, Até o Fim do Dia, Tempos de Aquário, O Diário de Simonton, Bruna Surfistinha, Onde Está a Felicidade?, Os Inquilinos e Vai que Dá Certo.

Lia Mello

liamello

É atriz formada na Escola Nacional de Teatro, desde a conclusão da sua formação dedica-se à dublagem, seus personagens de maior destaque são: Katelyn Nacon (Enid – The Walking Dead) Emma Caulfield (Bruxa Cega do João e Maria – Once Upon a Time 5ª temporada) Olivia Solo (Annabelle – Lost & Found Music Studios) Mona Chalabi (Star Talk: Falando com Estrelas) Sharlene Taulé (Eva – Star) Lindsay Musil (Beth Ann – UnReal 2a temporada) Sarah Fisher (Isla – FullOut) Margaret Qualley (Jill Garvey – The Leftovers 3ª temporada) Nicole (90 Dias Para Casar 4ª temporada) Cherinda Kincherlow (Kiara – The Fosters), Jeanna Han – Sam (Scream Queens) entre outras participações em séries, filmes, realities e novelas.

Lucas Vedovoto

lucasvedovoto

Ator formado no Curso Técnico em Arte Dramática pela Escola Nacional de Teatro. Na mesma instituição participou das oficinas: Introdução à Máscara do Palhaço ministrado por Alessandra Siqueyra, Corpo-Voz ministrado por Lilian Lima e Poéticas Dramatúrgicas ministrada por Dinho Lima Flor. Participou no Sesc da Oficina Tchekhov de Carne e Osso ministrado por Arman Saribekyan (Theatre du Soleil) e formou-se na Escola Livre de Teatro no Núcleo de Sonoridades ministrado por Lúcia Gayotto, atualmente participa do curso de Introdução ao nariz vermelho na Casa 11 ministrado por Paulo Candusso e Teoria Musical ministrado por Eva Figueiredo. Trabalhou na CET na área das artes cênicas sob orientação de Ruy Andrade, no Grupo Oba! de Teatro com os espetáculos “A Princesa e a Lagartixa” e “Violeta, a Menina Leitora” direção de Lucas França. Atualmente trabalha na Chácara Encantada com contação de estórias; é ator e produtor da Cia da Paródia com o espetáculo Elegia, direção de Renato Mendes; ator e produtor do Pandemônio em Cena com o espetáculo Noite de Reis de W. Shakespeare, contemplado pelo PROAC Primeiras Obras, direção de Rodrigo Veloso; na Cia do Flores com o espetáculo Flores Amarelas texto e direção de Cláudia Jordão e orientação de Luiz Fernando Marques Lubi, contemplados pelo PROAC LGBT e o edital Myrian Muniz e na Cia do Tijolo trabalha como assistente de produção e é cenotécnico do espetáculo O Avesso do Claustro, direção de Dinho Lima Flor e Rodrigo Mercadante.

Monalisa Silva

monalisasilva

Profissionalizou-se no Curso Técnico em Artes Dramáticas da Escola Nacional de Teatro, em Santo André. Em 2015 ingressou na Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP) e no mesmo ano, incia pesquisa da máscara do clown sob orientação de Bete Dorgan. Acompanha como estagiária do desenvolvimento dramatúrgico do espetáculo Sínthia da Velha Companhia e a abertura de processo de criação de A Tragédia Latino Americana e A Comédia Latino Americana de Felipe Hirsch, no SESC. Em 2017 atua no espetáculo Antígona(s) sob a direção de Isabel Setti. Atualmente pesquisa o universo cultural ameríndio sob a direção de José Fernando Peixoto de Azevedo e participa do Laboratório de Crítica Teatral da EAD, orientado por Silvana Garcia. Segue trabalhando com a linguagem clownesca realizando intervenções tematizadas pela literatura nacional. Com a Cia. Bastarda pesquisa a dança dos orixás da cultura afrobrasileira.

Camila Martinez

camilamartinez

Pós-graduada em Direção de Arte pela Universidade Belas Artes e graduada em Artes Cênicas pela Faculdade Célia Helena, em 2011 realizou o curso Acting on Impulse na instituição Volkshochschule (Escola do Povo) em Frankfurt, sobre atuação e direção de cena, a partir dos estudos de Stanislavski. Atriz e Diretora de Arte, tem seu trabalho voltado para teatro de grupo e produção Audiovisual independente. Entre 2014 a 2016 fez parte do Grupo Redimunho de Investigação Teatral, onde em 2015 atuou no espetáculo “Tareias”. Entre 2011 a 2013, atuou no espetáculo “Barafonda: Ao coro Retornarás” com a Cia São Jorge de Variedades, Indicado ao prêmio Shell de melhor Espetáculo e Dramaturgia. Em 2012 esteve em cartaz com a peça “Toda Nudez Será Castigada” Direção: Lúcia Veríssimo. Entre os anos 2014, 2015 e 2016 realizou Workshops sobre Direção de arte com ênfase em criação e criatividade nos Sesc Pinheiros, Ipiranga e Santo André. Atualmente concilia produções independentes de teatro e cinema, com a função de Arte-educadora de Direção de Atores e Direção de Arte no Centro de Audiovisual-CAV de 2013 até o momento; e Arte-educadora no método Fátima Toledo.